USHUAIA / FIN DEL MUNDO – Novembro 2017

Final de viagem, eis algumas fotos que marcaram

Dia 25 de novembro de 2017 – De Maringá a Campo Grande – 570 kms.   Depois de 4 dias de descanso em Maringá e Umuarama com nossas famílias, chegamos ao nosso lar, doce lar.  Fechamos a viagem com chave de ouro, totalizando 13.293 Kms,  sem nenhum incidente, nenhum  problema com as motos, todos saudáveis,  com uma equipe 100%.     Nossos agradecimentos aos companheiros de viagem Heitor e Gil e suas corajosas esposas, que já viraram  Santa Nelci ,  Santa Zaclis e também a Santa Ana.   Até a próxima viagem, que não vai demorar……

Nosso blog chegou a 11.327 visualizações,  sendo mais de 1500 visualizações só neste mês de novembro, com 50 seguidores…..   Obrigado a todos que acompanharam nossa viagem pelo blog, lembrando que  todos podem escrever, opinar, sugerir, enfim   estamos juntos…..

P_20171125_183453

Dia 21 de novembro de 2017 – Em Maringá levei a moto pra lavar e trocar o pneu traseiro. A tarde fui pra Umuarama passar uns dias com mamãe e irmãs.

Dia 20 de Novembro de 2017, segunda feira – De Dionisio Cerqueira (SC) a Maringá – 465 Kms – Eita estradinha ruim essa 163 até chegar em Cascavel, estrada de terceiro mundo. Chegada em Maringá as 14:30 horas. Descansar, descansar, descansa

Aproveitando vou fazer uns comentários sobre o que tem de bom e de ruim a Argentina em consideração ao Brasil:

. Povo argentino é muito educado e receptivo, fomos muito bem tratados e muitas vezes nos ajudaram muito em algumas situações;

. As estradas da Argentina são melhores e mais bem tratadas do que as do Brasil, e está havendo uma reforma em quase todas estradas; Não tem quebra molas e nem indústria de multas como no Brasil;

. Na Argentina moto não paga pedágio;

. Os Hoteis da Argentina, na sua maioria são péssimos, caros, e o café da manhã é só café e aquela Meia Lua enjoativa. Frutas nem pensar….

Alimentação também é muito cara em relação ao Brasil; Mas o bife de chorinho é ótimo;

A Gasolina Argentina é muito melhor do que a brasileira, e os preços se equiparam;

Conforme vou lembrando vou escrevendo….

Dia 19 de Novembro de 2017, domingo – De Concepcion del Uruguay a Dionisio Cerqueira – 1032 kms . O plano era chegar ao Brasil por Dionisio Cerqueira, e conseguimos, mas foi sofrido, ninguém aguentava mais, mas chegamos as 19:30. Nada como estar no Brasil, Hotelzinho Bom, tudo bem pratico, garagem boa, fácil acesso, wifi bom, …. Pronto!! Estamos no Brasil!!! Amanhã dividimos a turma, o Heitor/ Nelci vão pra Campo Grande, o Gil para os braços da Zaclis em Curitiba e nós vamos à Maringá.

Dia 18 de Novembro de 2017, sabado – De Bahia Blanca a Concepcion del Uruguay – 752 kms – O Plano era ir até Gualeguayon, mas não conseguimos reservar hotel pelo booking, e chegando lá, nenhuma vaga em nenhum hotel, pelo fato de ter eventos na cidade e ser um feriadão prolongado. Partimos para a próxima cidade, Concepcion, onde também nenhuma vaga nos hotéis devido ao feriadão e a cidade ser turistica. Desconsolados fomos ver um bangalô, que estava lotado, mais nos auxiliou ligando para outro que tinha uma casinha de madeira bem confortável. Ficamos lá. O Gauxito Gil dormiu na sala com a roupa da viagem e passou frio a noite inteira….

Dia 17 de Novembro de 2017 – sexta feira – De Las Grutas á Bahia Blanca – 454 kms – Clima bom, tempo nublado, pouco de chuva fina. Em Bahia Blanca fomos direto na loja de pneus de moto para comprar o pneu da moto do Heitor. Encontramos!!! Bingo!! Depois trocar óleo das motos, e ir descansar no bom hotel ACA Vila Bordeu.

Dia 16 de novembro de 2017 – De Comodoro Rivadavia a Las Grutas – 714 kms. Quando saímos de Comodoro estava 11,5°C, e a tarde 28,5° C. Nos primeiros 300 kms, muito vento forte, ventos patagônicos, a moto andava inclinada, e vento forçava muito o capacete, e não tem pescoço que aguenta. Aqui passarinho pra voar nem precisa bater as asas… Depois disso o vento diminui e deu para andar bem. Com o vento, o consumo de gasolina aumenta muito. Em Trelew, achamos o pneu da moto do Gil, ele ficou tão feliz que na saída derrubou a moto de novo. É a quarta vez na viagem…… Agora precisamos encontra o pneu da moto do Heitor, possivelmente em Bahia Blanca, amanhã. Numa das paradas conhecemos os amigos de Medianeira PR, Carlos Alberto e Gilda, fazendo a mesma rota que nós. Abração pra eles!!

Tínhamos planejado, passeios em Puerto Madryn, Buenos Aires, Montevideo, e depois pelo litoral brasileiro, mas mudamos de rota, vamos por Foz do Iguaçu. Vou levar a Ana para Maringá junto de seus familiares. Meus amigos de viagem também farão o mesmo trajeto., e em Foz do Iguaçu nos separamos, um para Campo Grande, outro Curitiba e eu para Maringá.

Dia 15 de novembro de 2017 – Rio Gallegos a Comodoro Rivadavia – 780 Kms – boas estradas, muitos frio (5°C), e muito vento. Se a Dilma descobrir esse vento daqui, haja saco para ensacar…. Chegamos em Comodoro Rivadavia as 16 horas e fomos em varias lojas a procura de peneus para,as motos do Heitor e do Gil, em vão. Depois mais 2 horas procurando hotel, todos cheios, e enfim achamos uma espelunca. Wifi do hotel, só funciona no balcão de entrada. Devido ao falecimento do irmão da Ana, o Euzebio, e de onde estávamos não haver voos para a Ana ir a Maringa, em tempo para o sepultamento, vamos alterar nossa rota e suspender os passeios. Agora vai ser estradas….

Dia 14 de Novembro de 2017 – Ushuaia a Rio Gallegos – 570 Kms – Começamos a volta pra casa. Estamos a 3 mil quilômetros de Buenos Aires. Esse trecho foi o único na viagem que repetimos a mesma estrada, pois não tinha outra opção. Mas foi bem mais tranquilo do que a ida, Ferry balsa foi rápido, o rípio estava seco, a Aduana funcionou rapidamente e não choveu hoje. Mas fez muito frio, chegou a 4°C. Em Rio Gallegos, pegamos um hotelzinho meia boa, que o wi-fi só pega na recepção. portanto fotos, nem pensar… Amanhã vamos encarar os fortes ventos da Patagônia…..

Dia 13 de Novembro de 2017 – Ushuaia – Passeio pela cidade, troca de pastilhas de freios da moto, e a tarde um tour de catamarã pelo Canal de Beagle, passando por Puerto Willians (Chile), ilhotas de Pinguins, Leões-marinho de de pássaros. Excelente!!

Dia 12 de novembro de 2017, domingo – De Rio Grande a Ushuaia – 225 kms – Enfim chegamos em Ushuaia, a terra de fuego!! Novamente entramos nas montanhas geladas e a temperatura chegou a 4°C, muito frio nesse trecho, mas as imagens compensavam. Valeu nosso esforço, ultrapassamos os limites do corpo para viajar de moto por quase 7.000 Kms neste 14 dias.

Em Ushuaia, passeio pela cidade, acomodação no hotel e um rico almoço no restaurante “El Gatto”. Mais tarde fomos de moto ao Parque Nacional Tierra del Fuego, por 25 Kms de rípio. Nessa estrada encontramos com dezenas de motociclistas, quase todos brasileiros, mas a boa conversa foi com o Chileno Inácio, que não tem apelido de Lula, e o Colombiano Geraldo, que amanhã partem para a Colômbia.

P_20171112_165321

P_20171112_120659

Dia 11 de Novembro, sabado – de El Calafate a Rio Grande- 750 Kms – O plano era ir até Rio Gallegos, cerca de 320 kms e amanhã chegar em Ushuaia, mas os 320 kms eram muitos bons, muita reta, tanto que bati meu próprio recorde, o odômetro marcou 200kms/hora. Chegamos 10:30 em Rio Gallegos, cancelamos o hotel, e foram encarar os desafios. Logo no inicio, na Aduana Chilena, duas horas de filas intermináveis, bate carimbo daqui, bate carimbo dali, um descaso com os turistas. Depois na Aduana Argentina mais 20 minutos. Depois o ferry Balsa, que até não demorou muito. Aí veio a chuva, muita chuva, depois veio 40 kms de rípio, molhado com muito barro, e depois a Aduana Chilena de novo e depois a Argentina. É pra acabá!!!! Chegamos na bonita cidade de Rio Grande, muitas industrias, mais hotel que é bom, nenhum, todos lotados. Depois de passar em 08 hotéis, paramos no posto YPF, e lá aparecu o anjo da guarda, nosso novo amigo Winter, motociclista morador da cidade, me levou de carro em busca de hotéis. Obrigado Winter!! Abração pra você e pra filhas!! Mais 8 hotéis, e conseguimos cada um ficando num hotel diferente. Amanhã chegaremos e Ushuaia, nosso destino final a 220 kms… Agora vamos tomar vinho, porque ninguém é de ferro!!!

Dia 10 de novembro de 2017, sexta feira – El Calafate / El Chalten – 450 kms – Fomos de moto conferir as belezas natural de El Chalten e voltamos a El Calafate. Em El Chalten muita beleza mas o passeios eram de subir as montanhas à pé!!! Tõ fora!! Cidade criada por decreto em 1982 para ocupação de defesa da soberania argentina (invasores Chilenos), e o turismo surgiu como uma benção, a cidade esta lotada de turistas!!

DSC00820DSC00837DSC00917P_20171110_101841P_20171110_102140P_20171110_102454P_20171110_102152DSC00852DSC00928DSC00855DSC00890DSC00922P_20171110_105157P_20171110_105338

Dia 09 de Novembro de 2017, quinta feira – Um dia sem moto em El Calafate. Fomos fazer o passeio pelo Glaciar Perito Moreno. A tardezinha passear pela cidade.

Dia 08 de Novembro de 2017, quarta feira – De Perito Moreno a El Calafate – 852 Kms – sendo que 90 kms foi por erro de estrada, pois nessa região a Argentina esqueceu de colocar placas. Mas foram longas e intermináveis retas, vento muito frio, além de 130 kms de rípio. A maior dificuldade é achar o melhor caminho, não tem placa alguma, e o povo não sabe de nada e informa muito mal. Andamos bem no rípio, um cascalhão bem compacto e fizemos em menos de 2 horas os 130 kms. Nesse trecho, posto de gasolina é coisa rara, não fosse o enorme tanque da GS de 30 litros…… Muitos guanacos na estrada

DSC00673DSC00681P_20171108_164733DSC00725

Dia 07 de Novembro de 2017, terça feira – De Bariloche a Perito Moreno – 795 kms – Entramos na Ruta 40, e os primeiros 100 kms (até El Bolson) foram cheios de curvas pelas montanhas, muito gelo nos cumes, e uma parte com muita neblina. Depois as retas intermináveis com muitas chuvas esparsas, e temperatura de 9 a 19° C. Quando a chuva chegava esfriava e passando a chuva a temperatura subia novamente. Isso ocorreu umas 30 vezes. Passamos por Esquel, Tekca e Rio Mayo, pequenas cidades no meio do nada. Pouca sinalização nas estradas argentinas, muitas partes em reformas e outras esburacadas. Nosso GPS também se perdeu, não reconhecendo partes da Ruta 40.

Hoje depois de 09 dias de viagem, chegamos a quilometragem de 4.900 kms. Aparentemente estamos inteiraços ainda, e nossas motos impecáveis. Em Bariloche a simpaticíssima Zaclis teve que voltar deixando o Gil sólo, alguém tinha que trabalhar…..

Abração bem forte, Zaclis!!! Te esperaremos e Campo Grande…..

Dia 06 de Novembro de 2017, segunda feira- De Osorno (Chile) a Bariloche (Argentina) – 212 Kms – Na saída já pegamos muita neblina e um friozinho de 11°C, mas logo apareceu o sol, e as paisagens maravilhosas surgiram nas montanhas cobertas de gelo. Em Bariloche, ja fomos tomar a cerveja Patagônia e fazer um city tour pela cidade.

Dia 05 de Novembro de 2017, domingo – De Talca a Osorno – 657 Kms – Levantando mais tarde no domingo depois de um bom hotel em Talca encaramos a estrada Auto pista até Osorno com chuva fina e um friozinho de 13ºC. Em Osorno pegamos um apto. pelo bookink de 3 quartos bem no centro da cidade. Fomos ao supermercado bem na frente, compramos vinhos, beliscos, e vamos bebemorar….

Diante da nossa espera da abertura da estrada em Uspallata deixamos de passar em Algarroba, Concepcion, Puerto Montreal e na entrada da carretera Austral, conforme planejado. Amanhã iremos direto para Bariloche, atravessando novamente a cordilheira dos Andes, para cumprir fielmente nossa programação.

Dia 04 de novembro de 2017, sábado – De Uspallata AR á Talca CH – 501 Kms – a Gendameria abriu a estrada as 8 da manhã e nós já estávamos lá na fila para a travessia da cordilheira. A neve diminuiu e a estrada foi aberta. Muitas filas de carros e caminhões, mas de moto a gente vai tesourando. Temperatura mínima 3,5 C. Depois de uma canseira na Aduana Chilena, papel e mais papel a troca de nada, muita neve, mas foi um dia especial pela presença da neve, e de não termos que optar por outra estrada. Em Santiago, nossos GPS se perderam, mas apareceu um simpático motociclista, Eduardo, proprietário de uma KTM,com muitas quilometragens de estradas, que nos levou ate a saida a Ruta 5. Depois de Santiago, uma estrada perfeita, e nossas motos roncaram gostoso…. No Chile, é outro mundo…..

Dia 03 de Novembro de 2017, sexta feira – Saímos cedinho de Mendoza rumo a Santiago no Chile, atravessando a cordilheira do Andes, todos bem agasalhados esperando aquele frio na altitude. De 19,5° C a temperatura foi descendo conforme subíamos a cordilheira, até 9,5°C. Chegamos em Uspallata, cerca de 100 kms, e fomos surpreendidos pelo fechamento da estrada, devido a barreiras de neve na fronteira com o Chile, sem previsão de abertura. Resolvemos ficar em Uspallata até amanhã cedo, e caso não abra, retornaremos a Mendoza e pegaremos outra rota. Achamos um hotel e vamos aguardar.

Dia 02 de Novembro de 2017, quinta feira – San Francisco/Mendoza – 737 km Chegamos em Mendoza, a capital argentina do vinho. Em San Francisco, saímos debaixo de uma tempestade com muita chuva e nos primeiros 100 kms a estrada estava horrível, cheia de buracos, e com a água das chuvas ficou muito perigosa. Mas depois o tempo foi melhorando e ficou nublado quase o dia todo. Em São Luis veio o sol…. e a estrada privatizada melhorou muito. Transito pesado, muitos caminhões entre Villa Maria e Rio Quarto. De Villa Mercedes a Mendoza, autopista dupla, uma beleza de estrada e nossas motos a 150 Kms/hora.

E agora, vamos beber vinhos!!!

Dia 01 de Novembro de 2017, quarta feira – Resistencia à San Francisco – 673 kms., Com 03 motos agora, chegamos às 1730 horas. Estradas boas, tempo bom, tudo tranquilo.

As três feras do Ushuaia…

Bagageiro da moto do Gil&Zaclis, apelidado de Toten, ou dois sacos muchos e um pau mole……

Dia 31 de Outubro de 2017, terça feira – De Ponta Porã (MS) / Assunção (PY)/ Resistência (AR) – 913 kms – saímos as 7:30 de Ponta Porã, tempo bom, e chegamos em Resistência as 19 horas. Fomos enganados pelo GPS no Paraguai, o que fez que andássemos 150 kms a mais. O GPS nos levou a Concepcion, onde passamos pelo Chaco Paraguaio, com 100 kms de estradas esburacadas, poeira, cascalho, alem do aumento da quilometragem. Mas conhecemos o Chaco Paraguaio, uma merda! Já na Argentina, muita policia, muita fiscalização, muitas retas intermináveis, Chegando em Resistência, depois de muita cansaço, encontramos com o Gil & Zaclis, em tomamos muita cerveja.

Dia 30 de outubro de 2017 – Campo Grande / Ponta Porã 314 kms – saída as 8:30 horas e chegada com chuvas as 13:00 horas. Já fizemos Aduana, compras no Shopping China e amanha partiremos cedinho para Assunção no Paraguai e depois Resistência na Argentina. Jantar e pousada no Hotel Pousadas do bosque.

Dia 06 de Setembro de 2017 – Estamos fazendo o plano de viagens para o Ushuaia, juntamente com nossos amigos Heitor & Nelci e Peres &Adriana. Previsto para 30 de Outubro, passando pelo Paraguai, Argentina, Chile e Uruguai, rodaremos cerca de 13 mil quilômetros.

Roteiro da viagem

Dias Data Saída Chegada Distância
(km)
1 30/10 Campo Grande Ponta Porã BR 314
2 31/10 Ponta Porã BR Resistencia AR 763
3 01/11 Resistencia AR San Francisco 667
4 02/11 San Francisco Mendoza AR 769
5 03/11 Mendoza AR Valparaiso AR 422
6 04/11 Valparaiso CL Concepción CL 605
7 05/11 Concepción CL Puerto Montt 646
8 Puerto Montt Puerto Varas 22
9 06/11 Puerto Mont CL Bariloche AR 303
10 07/11 Bariloche AR Perito Moreno 800
11 08/11 Perito Moreno AR El Calafate Glaciar Perito Moreno 625
12 09/11 El Calafate AR
13 10/11 P.Natales/T. del Paine CL 272
14 11/11 Puerto Natales CL Rio Galegos AR 270
15 12/11 Rio Galegos AR Ushuaia AR 580
16 13/11 Ushuaia AR
17 14/11
18 15/11 Rio Galegos AR 580
19 16/11 Rio Galegos AR Comodoro Riv 779
20 17/11 Comodoro Riv Puerto Madryn 439
21 18/11 Puerto Madryn Baia Blanca AR 669
22 19/11 Baia Blanca AR Buenos Aires A 654
23 20/11 Buenos Aires AR
24 21/11 Montevideo UY 280
25 22/11 Montevideo UY Rio Grande BR 574
26 23/11 Rio Grande BR Florianópolis B 742
27 24/11 Florianópolis B Curitiba BR 316
28 25/11 Curitiba BR Campo Grande 1.000
TOTAL 13.091

Devido a um pequeno acidente de moto, nosso amigo Peres fraturou a clavícula e desistiu da viagem. Mas já estão em nosso grupo nosso amigo Curitibano, com que viajamos ao Atacama, Gil & Zaclis, que nos encontrarão em Assunção PY, para seguirmos a viagem.

P_20171005_091045

P_20171003_144312

  1. P_20171003_144212 Hoje dia 27 de Outubro, faltando 3 dias para a largada, estamos com tudo pronto, moto revisadissima, pneus novos, seguro moto, seguro de viagem, carta verde, documentos da moto, passaportes, ferramentas, malas pronta…..
  2. Que venha o Ushuaia!!!

8 comentários em “USHUAIA / FIN DEL MUNDO – Novembro 2017

Adicione o seu

Deixe uma resposta para Fernanda Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: